Como dar aulas de Inglês para crianças pequenas

O drama de muitos professores que não se formam em Pedagogia costuma ser um “pequeno” problema: dar aulas para o Fundamental I (05-10 anos). Essa faixa etária, em quase todas as escolas, conta com as professoras polivalentes para dar quase todas as matérias, mas Língua Inglesa geralmente é ministrada por um professor formado nessa área.

E não são todos os professores que têm formação em Pedagogia. Ou seja, falta conhecimentos teóricos e práticos para lidar com os alunos de primeira infância. Então, passar os conteúdos dessa matéria pode ser um verdadeiro drama.

Um dos principais problemas, principalmente com os menores, é que eles ainda não sabem escrever, ou têm muita dificuldade. Logo, copiar da lousa não é uma opção. Que recursos usar, diante disso?

Pensando nessa pergunta, partindo de minha experiência, e selecionei algumas técnicas e metodologias de ensino de Inglês para crianças pequenas. Sua eficácia é comprovada.

 

1.     Menos textos, mais outras mídias

Crianças muito pequenas não sabem escrever direito. Então, o melhor modo de fazer eles aprenderem é usando outras mídias. Ao invés de ficar escrevendo e lendo, o professor apresenta, por exemplo, imagens e vídeos em língua estrangeira, e vai repetindo as palavras, com os alunos.

Alguma escrita é inevitável. Mas, facilite para os alunos. Escreva poucas palavras, use letras de forma (letras maiúsculas, apenas), e associe essas palavras a imagens.

Porém, prefira outras mídias. Vídeos, filmes, atividades de colorir, e até brinquedos, se a escola tiver condições, são uma opção.

 

2.     Faça os alunos falarem as palavras

Ao invés de cobrar escrita, cobre repetição. Fala. Faça os alunos falarem. Se você for ensinar cumprimentos, peça para eles repetirem esses cumprimentos, uns com os outros, por exemplo.

Já quando um aluno falar a palavra em português, repita ela, mas em inglês. Não hesite em misturar as línguas, para dar foco ao conteúdo (Exemplo: João, você gosta de bread na butter?).

 

3.     Menos ensino, mais brincadeiras

Não é para você fazer brincadeiras por si só. Porém, usando técnicas de Psicodrama, você pode fazer os alunos praticarem o vocabulário. Já com brinquedos alusivos ao conteúdo, eles aprendem as palavras por meio de um referencial concreto (algo físico, que eles podem tocar).

Atividades lúdicas que estimulem o pensamento e a criatividade (recortar, colar, desenhar, imitar) ajudaram a fixar o conteúdo. Se você for trabalhar com cores, por exemplo, peça para eles procurarem coisas daquela cor, no ambiente à sua volta.

 

4.     Menos cobranças

Não cobre tanto dos alunos. Não exija demais, afinal, eles são crianças, então dependem muito da orientação de um adulto. Prefira fazer atividades com consulta, desenhos, painéis, maquetes, do que provas. Considere os alunos pelas suas capacidades gerais, e verifique com a professora principal os níveis de alfabetização de cada aluno.

Não dá pra cobrar uma escrita perfeita em inglês, se o aluno ainda não domina nem o português.

 

5.     Leias histórias

Livros ilustrados, em inglês, estimulam o interesse pela leitura. Invista neles. Faça leituras coletivas, gestualizando algumas palavras.

Conteúdo relacionado: