5 dicas para não perder tempo com tarefas domésticas

 

É cada vez mais comum, principalmente entre as novas gerações, que os moradores de uma casa dividam as tarefas domésticas, ao invés de contratar uma faxineira ou diarista.

Os motivos são dos mais variados. Seja pela profissionalização da classe, dentro de leis trabalhistas (algo justo, claro), seja pela mudança ao encarar o próprio lar: cada vez mais pessoas fazem o trabalho doméstico.

Em outros países, esse tipo de pensamento vem desde a infância. No Brasil não havia essa cultura com tanta ênfase. Logo, muitas pessoas se perdem no serviço doméstico, assim, deixando tarefas como louça, limpeza do chão e afins acumular.

Porque, vamos falar a verdade, não é uma tarefa tão animadora. Mas é necessária. Até pra organizar a vida profissional. Então, como fazer tarefas domésticas de um jeito equilibrado e eficiente?

 

1.      Faça um calendário fixo

A primeira coisa de tarefas domésticas é organizar um calendário fixo, ou seja, determinar que dia acontece o que, toda semana.

Por exemplo, segunda-feira ser o dia de trocar roupa de cama, terça-feira ser o dia de faxinar o banheiro, sábado ser o dia de lavar a calçada etc.

Porém, ter uma agenda de tarefas domésticas fixa ajuda você no principal: saber o que precisa ser feito, pra, naquele dia, não perder tempo buscando trabalho. Além disso, um dia fixo diminuí o acúmulo, nos outros dias.

 

2.      Na hora da faxina, faça faxina

Fazer faxina pode ser o momento pra você ouvir música, assistir aquele programa da tv que não exige prestar atenção, conversar com os amigos pelo telefone ou videochamada.

Mas o principal aqui é que na hora da faxina, você foque sua atenção na faxina.

Então, nada de lavar louça, enquanto participa de uma reunião online, por exemplo. Na hora de fazer tarefas domésticas, foque nelas.

 

3.      Crie um método de repetição

Fazer a faxina, toda a vez, da mesma forma, facilita você não perder tempo pensando no que precisa ser feito – ou como.

Ou seja, tenha um “método passo a passo” para lavar o banheiro, e todo o dia que for dia de lavar banheiros, siga ele, por exemplo. Assim, você não perde tempo, sem saber como fazer aquela tarefa.

 

4.      Crie seus “kits de limpeza setorial”

O nome chique de cima é basicamente uma forma de falar: separe os produtos de limpeza de cada cômodo ou tarefa, em uma cesta.

Isso ajuda você a controlar o seu estoque, e além de não perder tempo pensando o que usar em cada lugar.

Assim, você vai lavar o banheiro: já tem lá os produtos específicos, que servem só no banheiro; a mesma coisa na cozinha, quarto, jardim etc.

 

5.      Tenha sua “roupa de faxina”

Fazer faxina não exige uma roupa chique. Aliás, fica bem mais fácil, quando você tem uma roupa que pra isso.

Uma roupa velha, que possa sujar e que será usada pra faxina. Assim, quando você estiver “paramentado”, não se preocupa com manchas de alvejante, estar “feio” etc.

Conteúdo relacionado: