Por que estudar Linguagem Audiovisual?

 

No século 21, e especialmente nos últimos dez anos, nossa sociedade tem baseado suas vivências (consumo, relacionamentos, estudos, interações sociais), nas redes sociais e sites de conteúdo.

Especialmente no Instagram, Twitter e Tik Tok, redes que vêm coroando pessoas capazes de criarem vídeos instigantes e interessantes, a ponto de, dessa forma, “fundarem” uma nova classe de trabalho: a dos “influenciadores”.

Influenciadores são pessoas que, como o próprio nome indica, influenciam as outras a assumirem certo comportamento. Isso incluí compras, o uso de certo produto, a visitação de algum lugar ou o consumo de um gênero musical.

Dessa maneira, uma das áreas com mais tendências ao crescimento é a de Produção Audiovisual. Logo, estudar esse campo é essencial!

Mas, há outros motivos. Desde 2020, devido ao Novo Corona Vírus, o Ensino à Distância só tem crescido. Igualmente, eventos online, atendimentos das mais variadas naturezas e até, sem julgamentos, relações afetivas.

Ou seja: a Linguagem Audiovisual de internet é o futuro. Entenda:

 

Aulas online: da videoconferência maçante para o fórum interativo dinâmico

Aulas à distância existem, aproximadamente, há uns 80 anos. No princípio, elas eram por meio de apostilas que chegavam pelo correio, assim, exigindo bastante esforço e dedicação, por parte dos alunos.

Com a surgimento da TV, e o auto de emissoras, nos anos 70, novas metodologias e linguagens foram sendo desenvolvidas e aprimoradas.

Mas ainda era uma linguagem incipiente. Exigia muita atenção do aluno.

Com popularização da internet nos anos 90, aulas online começaram a ser uma realidade. Contudo, aqui, o sistema de autodidatismo ainda era muito forte: o professor, em um fórum, apresentava a matéria em um texto ou vídeos online, os alunos assistiam as aulas, respondiam questões e faziam a prova.

Depois de 2020, isso mudou radicalmente. Fazer aulas online sem dinamismo é impensável, caso a intenção seja a de produzir um conteúdo relevante.

Logo, a produção de vídeo precisa ser primorosa. Ter efeitos sonoros e gráficos, cortes de câmera e demais efeitos de curta-metragem.

 

Transmissões ao vivo: o futuro dos eventos

Outro campo que cresceu bastante foi o de eventos online, devido aos impedimentos de aglomerações. Contudo, alguns pecaram justamente por não terem uma boa produção audiovisual.

Não é só ligar o celular e falar: é preciso tomar cuidado com a luz, evitar a microfonia, saber como abafar ruídos, como tornar a imagem boa…

Fazer eventos online, com qualidade e alta performance, exige conhecimento em produção audiovisual, seja em tecnologias, seja em teorias de som e imagem.

 

Criando uma personagem: a era dos digital influencers

O conceito de “influenciador” não é novo: basicamente, um influenciador é uma celebridade, cujas opiniões influenciam aos outros. Como divulgar essa opinião? Simples: pelas mídias.

Nesse sentido, celebridades em programas “de fofoca” da TV já eram influenciadores.

A principal diferença é que hoje essa influência acontece por meio de redes sociais. É uma tendência que vai crescer, cada vez mais.

Logo, serviços de produção de conteúdo para mídias digitais serão requisitados, por aqueles que querem criar conteúdo.

Conteúdo relacionado:

10 direitos trabalhistas essenciais

  Todos os trabalhadores contratados têm alguns direitos trabalhistas que são (ou deveriam ser) inalienáveis. Porém, saibamos que nem sempre esses direitos são cumpridos. Além

O que é a Psicologia Nutricional?

  Quem busca um tratamento alimentar especializado com um nutricionista pode se surpreender, mas às vezes, uma dieta passa necessariamente pelo acompanhamento de um psicólogo.