Bolsa Família: Governo anuncia AUMENTO para mães solteiras em Dezembro; veja novos valores

O esperado calendário de pagamentos do Bolsa Família para este mês trouxe boas notícias para milhões de famílias em todo o Brasil. Com a modificação recente, o valor mínimo garantido agora é de R$ 600, beneficiando especialmente as mães solteiras.

O Novo Valor do Bolsa Família

Com a alteração, todas as famílias que se beneficiam deste programa de renda receberão um valor mínimo de R$ 600. Este valor pode ser ainda maior para mães solteiras, que agora podem esperar um aumento significativo em seus benefícios.

Os programas extras do Bolsa Família são responsáveis por este acréscimo. No entanto, para serem elegíveis para tais valores, as famílias devem manter suas informações atualizadas no CadÚnico.

CadÚnico: A Chave para Benefícios Adicionais

As informações fornecidas no CadÚnico são fundamentais para que o Governo Federal selecione as famílias que receberão os pagamentos bônus.

Benefícios Extras do Bolsa Família

Estes são os benefícios extras que o Bolsa Família fornece:

  1. Benefício Variável Familiar Nutriz: Acrescenta R$ 50 ao pagamento para cada membro da família com até seis meses;
  2. Benefício de Renda de Cidadania: Adiciona R$ 142 no pagamento para cada membro da família;
  3. Benefício Complementar: Garante que o valor mínimo pago pelo Bolsa Família seja de R$ 600;
  4. Benefício Primeira Infância: Adiciona R$ 150 para cada criança de até sete anos que faça parte da família.

Além desses, o pagamento bimestral do Vale Gás também é disponibilizado. A cada dois meses, o benefício libera o valor médio de um botijão de gás de 13 kg.

Calendário de Pagamento do Bolsa Família em Dezembro

Os depósitos seguirão a ordem do NIS (Número de Identificação Social) final dos beneficiários. O calendário de pagamentos é o seguinte:

  • NIS final 1: depósito em 11 de dezembro;
  • NIS final 2: depósito em 12 de dezembro;
  • NIS final 3: depósito em 13 de dezembro;
  • NIS final 4: depósito em 14 de dezembro;
  • NIS final 5: depósito em 15 de dezembro;
  • NIS final 6: depósito em 18 de dezembro;
  • NIS final 7: depósito em 19 de dezembro;
  • NIS final 8: depósito em 20 de dezembro;
  • NIS final 9: depósito em 21 de dezembro;
  • NIS final 0: depósito em 22 de dezembro.

Essas mudanças no Bolsa Família, especialmente o aumento no valor para mães solteiras, são sinais positivos de que o governo está comprometido em ajudar os mais vulneráveis em nossa sociedade. Com o fim do ano se aproximando, esses aumentos serão um alívio bem-vindo para muitas famílias.

Como Solicitar o Bolsa Família?

Para solicitar o Bolsa Família, a família deve estar inscrita no Cadastro Único (CadÚnico). Este cadastro deve ser feito presencialmente em um dos postos de atendimento, que pode ser os Centros de Referência Assistencial (CRAS) ou outros órgãos públicos da prefeitura.

Pré-Cadastro Online

O governo disponibiliza um pré-cadastro online para tornar o procedimento mais prático. Este pré-cadastro não é obrigatório, mas pode agilizar o processo.

Agendamento do Atendimento

O próximo passo é agendar o atendimento em um dos postos de cadastro. Alguns municípios permitem que o agendamento seja feito por telefone ou pelo site da prefeitura.

Documentação Necessária

A documentação necessária para solicitar o Bolsa Família inclui:

  • Documento de identidade com foto;
  • CPF ou Título de Eleitor;
  • Comprovante de endereço;
  • Termo de tutela, curatela, guarda, ou outros documentos que comprovem a função de representante legal.

Para os demais membros da família, é necessário apresentar um dos seguintes documentos:

  • Documento de identidade com foto;
  • CPF;
  • RG;
  • Certidão de nascimento;
  • Certidão de casamento;
  • Carteira de trabalho.

Entrega da Documentação

Após reunir todos os documentos, o representante da família deve levar a documentação ao posto de atendimento. Lembre-se de que apenas uma pessoa precisa ir ao posto de atendimento, que pode ser um Responsável Familiar (RF) ou Representante Legal (RL).

Entrevista

No posto de atendimento, o representante da família deve responder a alguns questionários sobre a saúde, educação e condição financeira da família.

Como Saber se o Cadastro Foi Aprovado?

Após a entrega dos documentos e a entrevista, o governo irá analisar se a família cumpre os requisitos para receber o Bolsa Família. Se a solicitação for aprovada, o governo enviará uma carta oficial no endereço cadastrado. Caso não receba a carta, é possível consultar o status do benefício pelo app Bolsa Família, da Caixa Econômica Federal.

Como Atualizar o Cadastro do Bolsa Família?

A atualização do cadastro é obrigatória a cada dois anos e pode ser feita nos postos de atendimento. A mudança dos dados cadastrais também é necessária em casos de alteração da renda familiar ou mudança na composição da família.

O que é Averiguação Cadastral do Bolsa Família?

A Averiguação Cadastral é um procedimento feito pelo governo para verificar se as informações do CadÚnico são verdadeiras e atualizadas. Se você receber uma notificação de Averiguação Cadastral, significa que o governo encontrou informações desatualizadas ou que podem indicar que sua família não necessita do auxílio do Bolsa Família.

Siga o Pensar Cursos também no Google Notícias e fique atualizado(a)

Participe de nosso grupo Whatsapp e fique informado(a) em tempo real gratuitamente.

1 comentário
  1. Izabel Diz

    Bom dia, o governo federal devia implantar uma lei para obrigar pessoas que moram juntos a se casar porque as mães solteiras são pouquíssima a maioria das mães solteiras tem seus companheiros morando juntos agora na hora de renovar o cadastro elas mentem dizem que são mães solteiras só pra se beneficiarem junto ao governo federal

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.