Inep prorroga prazo para pedidos de reaplicação do ENEM 2023

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciou nesta sexta-feira, dia 17 de novembro, a prorrogação do período para envio dos pedidos de reaplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2023. O Inep prorrogou o prazo devido ao feriado da Proclamação da República. 

Inicialmente, as solicitações seriam recebidas pelo Inep até as 23h59 dessa sexta-feira (17). No entanto, com a prorrogação do prazo, os pedidos de reaplicação do Enem serão recebidos até as 23h59 do dia 20 de novembro, próxima segunda-feira. 

A reaplicação do Enem é uma medida adotada para garantir que todos os candidatos tenham uma oportunidade justa e igual de realizar a prova, mesmo diante de imprevistos que possam afetar a aplicação do exame.

O Enem é um exame que avalia o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica e que serve para acesso à educação superior e aos programas do Governo Federal que promovem o ingresso de jovens e adultos em cursos de graduação. As provas do Enem 2023 foram aplicadas pelo Inep nos dias 5 e 12 de novembro, dois domingos consecutivos. 

Estudantes já podem solicitar a reaplicação do ENEM 2023
Aplicação das provas do Enem 2023. Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Quem pode solicitar a reaplicação do Enem 2023?

A reaplicação das provas é um direito garantido para os estudantes inscritos no Enem que não puderam fazer as provas na data regular, dias 5 e 12 de novembro, devido a problemas logísticos ou por motivos de saúde. Nesta edição, também poderão solicitar a reaplicação as pessoas que não compareceram porque foram alocadas a uma distância superior a 30 quilômetros da residência informada na inscrição.

De acordo com o edital do Enem 2023, são considerados motivos para a solicitação de reaplicação das provas do exame os seguintes casos:

  • Infraestrutura e logística – Se a pessoa foi afetada por problemas logísticos, como comprometimento da infraestrutura, falta de energia elétrica no local de prova, falha no dispositivo eletrônico fornecido aos participantes, ou erro de aplicação, pode solicitar a reaplicação.
  • Motivos de saúde – Quem faltou por sintoma de alguma das doenças infectocontagiosas listadas no edital também pode fazer o Enem em dezembro. Estão previstas: covid-19; tuberculose; coqueluche; difteria; doença invasiva por Haemophilus influenza; doença meningocócica e outras meningites; varíola; Influenza humana A e B; poliomielite por poliovírus selvagem; sarampo; rubéola e varicela.

Como solicitar a reaplicação?

Ainda conforme o edital, os pedidos de reaplicação das provas devem ser feitos de forma virtual, exclusivamente por meio da Página do Participante, no site do Enem.  O estudante deve fazer login com as credenciais da plataforma gov.br e preencher a solicitação. 

O estudante deve ter atenção às orientações do edital quanto a comprovação dos critérios para ter direito à reaplicação. Em caso de doença infectocontagiosa, o estudante deverá apresentar atestado médico que apresente o diagnóstico, o nome completo do participante e a identificação do médico (assinatura e RM). Em caso de problemas logísticos, os documentos variam de acordo com as intercorrências. 

O Inep avaliará cada caso de forma individual, apresentando também respostas individuais aos participantes. No entanto, o órgão adiante que aqueles que faltaram à aplicação das provas do Enem 2023 por algum motivo não previsto no edital não terão direito à reaplicação do exame. 

Datas da reaplicação 

De acordo com o cronograma do Inep, a reaplicação das provas do Enem 2023 está marcada para os dias 12 e 13 de dezembro, terça e quarta-feira. Haverá locais de prova em centenas de municípios em todo o país. A aplicação terá início às 13h (horário de Brasília) em ambos os dias. 

  • 1º dia | 12 de dezembro: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação, e Ciências Humanas;
  • 2º dia | 13 de dezembro: Matemática e Ciências da Natureza.

O Inep prevê divulgar o resultado do Enem, com a liberação do boletim de desempenho dos participantes, em janeiro de 2024.

Siga o Pensar Cursos também no Google Notícias e fique atualizado(a)

Participe de nosso grupo Whatsapp e fique informado(a) em tempo real gratuitamente.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.