MELHORES dicas para quem vai fazer o Enem

No dia 5 de novembro, candidatos de todo o Brasil vão fazer perguntas sobre línguas e humanidades e escrever uma redação para o Enem 2023. 

Em breve, 3,93 milhões de pessoas inscritas farão o Enem, que começa neste domingo (5).

No primeiro dia, os candidatos responderão a 90 perguntas objetivas, sendo 45 sobre Linguagens e Códigos, e as restantes sobre Ciências Humanas. Eles também terão que escrever uma redação dissertativa-argumentativa.

A seguir, dois professores especialistas nas disciplinas envolvidas oferecem dicas para apoiar os estudantes. Eles abordam as tendências que podem aparecer na avaliação, estratégias para responder com sucesso, temas relevantes e outras orientações valiosas. Além disso, o texto apresenta as informações importantes sobre horários, divisão das provas e datas relacionadas ao Enem.

Continue lendo para saber tudo!

Dicas para a prova de Ciências Humanas do Enem

João Luiz Guimarães Lee é professor de Geografia com quatro pós-graduações na área de Educação. Ele diz que as questões de Ciências Humanas no Enem costumam falar sobre eventos atuais, relacionados a temas históricos e sociológicos, e como eles se aplicam ao mundo atual.

Além disso, ele também destaca a importância de melhorar as habilidades de leitura e interpretação, pois o exame exige uma boa compreensão dos textos apresentados, bem como a interpretação de mapas, gráficos e outros elementos.

Já quando se trata das “pegadinhas”, o professor aconselha ficar atento a palavras como “não”, “exceto”, “mais provável” e outras palavras importantes que podem mudar o sentido de uma pergunta ou opção de resposta.

Quanto às revisões finais e ao que estudar na última semana de preparação, ele sugere que, em Ciências Humanas, é importante repassar os tópicos em que o aluno se sente confiante, mas dedicar ainda mais tempo aos temas que apresentam dificuldades.

Além disso, praticar a resolução de questões de provas passadas pode ajudar a identificar as áreas que precisam de revisão extra.

Veja também: Como participar do ProUni em 2024?

Dicas para História e Geografia

João Luiz Lee aponta alguns tópicos importantes nas questões de História e Geografia. Veja:

  • História: As questões costumam abordar movimentos sociais e políticos, cidadania, gênero, grupos indígenas, História do Brasil, Idade Moderna e século XXI.
  • Geografia: É provável que a prova inclua assuntos relacionados à globalização, geopolítica com blocos econômicos, conflitos atuais e também questões ambientais.
  • Interdisciplinaridade: O Enem valoriza a conexão entre diferentes áreas do conhecimento, então revisar como temas e disciplinas se relacionam entre si pode ser útil.

Dicas para a prova de Linguagens do Enem

O professor Anthoni Cley Sobierai, que se formou em Letras, começou a ajudar alunos a se prepararem para o vestibular desde a época da graduação. Assim, ele explica que o Enem, especificamente a parte de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, tem seguido uma tendência desde a sua reformulação em 2009. As questões costumam ser mais extensas e às vezes incluem conteúdos de outras áreas do conhecimento.

Ademais, sobre as questões na prova de Linguagens, ele destaca que incluem coisas como a estrutura de palavras, a influência da mídia na imagem do corpo, interpretação de diferentes tipos de texto, elementos de comunicação, funções da linguagem e movimentos literários e artísticos a partir do século XX.

Além disso, Anthoni aconselha prestar atenção às imagens, charges, tirinhas e infográficos nas questões, pois eles desempenham um papel importante no conteúdo.

Veja também: 4 dicas para você resolver questões de Matemática mais rapidamente, no ENEM e em provas

Dicas para a redação

Por fim, o professor Anthoni Cley dá algumas dicas importantes para a redação do Enem. A regra fundamental é respeitar os Direitos Humanos ao abordar o tema e propor soluções que não causem novos problemas. Ele sugere ler bastante para aumentar seu conhecimento, começar pela redação quando estiver mais fresco, refletir sobre o tema, usar uma linguagem formal, incluir citações e dados, e revisar a redação após um tempo.

Quanto aos temas, ele acredita que a redação geralmente aborda questões recentes da sociedade. Ele menciona possíveis temas, como violência política e polarização, uso excessivo da tecnologia, desastres ambientais e políticas públicas, e a situação das pessoas em situação de rua.

Com informações do G1.

Veja também: 10 problemas de português que tiram pontos no ENEM, Vestibulares e concursos

Siga o Pensar Cursos também no Google Notícias e fique atualizado(a)

Participe de nosso grupo Whatsapp e fique informado(a) em tempo real gratuitamente.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.