Bolsa Família de dezembro: Todos vão receber ANTECIPADO? Confira

O calendário referente ao mês de dezembro será adiantado para assegurar que todas as famílias beneficiárias recebam os recursos antes das festividades de Natal e Ano Novo.

A última etapa de pagamentos do Bolsa Família em 2023 está a apenas uma semana de distância. O calendário referente ao mês de dezembro será adiantado para assegurar que todas as famílias beneficiárias recebam os recursos antes das festividades de Natal e Ano Novo.

Dessa forma, os cadastrados com NIS 1 terão seus depósitos efetuados a partir do dia 11 de dezembro, e o cronograma prossegue até o dia 22/12, quando os recursos serão disponibilizados para os inscritos com NIS 0.

Adicionalmente, as parcelas do Auxílio Gás para os brasileiros seguirão as mesmas datas, assim como o abono natalino destinado aos beneficiários residentes na Paraíba. Essa antecipação visa proporcionar suporte financeiro oportuno durante o período festivo.

Leia também: Bolsa Família DIMINUIU de valor? Entenda o que pode ter acontecido

Calendário do Bolsa Família de dezembro

Abaixo, estão listadas todas as datas de pagamento do bolsa família no próximo mês, alinhadas com as datas de repasse. Vale destacar que a sequência segue o último dígito do Número de Identificação Social (NIS):

  • Dia 11: NIS final 1
  • Dia 12: NIS final 2
  • Dia 13: NIS final 3
  • Dia 14: NIS final 4
  • Dia 15: NIS final 5
  • Dia 18: NIS final 6
  • Dia 19: NIS final 7
  • Dia 20: NIS final 8
  • Dia 21: NIS final 9
  • Dia 22: NIS final 10

As parcelas mensais permanecem disponíveis para saque por 120 dias após a data indicada no calendário. O acesso ao benefício pode ser realizado utilizando os mesmos cartões e senhas utilizados no Bolsa Família.

Ele está disponível para saque em lotéricas, terminais de autoatendimento e correspondentes bancários Caixa Aqui. Além disso, o valor pode ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem.

Pagamento do vale gás retorna no bolsa família de dezembro

O vale-gás é um benefício social que consiste em um auxílio financeiro destinado especificamente à aquisição de gás de cozinha.

Ele visa proporcionar suporte direto a famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica, garantindo o acesso a um recurso essencial para o preparo de alimentos e para o bem-estar doméstico.

Geralmente, o vale-gás é distribuído em forma de vouchers ou cartões pré-pagos, permitindo que os beneficiários o utilizem exclusivamente para a compra do botijão de gás. Este benefício é uma medida importante para assegurar o acesso a uma fonte de energia essencial nas residências de famílias de baixa renda.

Leia também: Teve o Bolsa Família CORTADO? Veja o que fazer para resolver!

Quem é elegível para receber o benefício?

O Vale Gás é destinado a famílias de baixa renda que estão registradas no Cadastro Único, um instrumento fundamental para acessar diversos benefícios sociais do governo.

Para ser beneficiária, a renda familiar mensal deve ser de, no máximo, meio salário mínimo por pessoa, o que equivale a R$ 660,00 em 2023.

Famílias que já recebem benefícios de outros programas sociais ou assistenciais, como o Bolsa Família ou o Benefício de Prestação Continuada (BPC), também podem ter direito a esse auxílio.

Na última distribuição, o benefício alcançou 5,63 milhões de famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica.

Leia também: Aprenda a DESBLOQUEAR seu app Caixa Tem

Valor do Bolsa Família de Dezembro

As 21 milhões de famílias inscritas no programa começaram a receber um bônus de R$ 150 por cada filho a partir de março. O adicional para jovens entre 7 e 18 anos e para gestantes, no valor de R$ 50, teve início em junho.

Em novembro, o valor médio foi de R$ 677,88 para 21,18 milhões de famílias. Para dezembro, será pago o valor de R$ 142 por integrante da família, acrescido dos seguintes adicionais:

  • Benefício Primeira Infância: R$ 150, destinado a 9,59 milhões de crianças de 0 a 6 anos;
  • Benefício Variável Familiar: R$ 50, destinado a 15,69 milhões de jovens de 7 a 18 anos, e a 637,37 mil gestantes;
  • Benefício Variável Nutriz: R$ 50, destinado a 349 mil famílias que tenham bebês de até 6 meses.

Além dos valores tradicionais, a folha de dezembro incluirá a última parcela do Vale Gás em 2023 e o abono natalino para 693 mil famílias da Paraíba.

Quem tem direito ao Bolsa Família de dezembro?

Para ser beneficiário do programa, é necessário atender aos critérios de renda estabelecidos, os quais delimitam a entrada de famílias que não fazem parte do público-alvo do Bolsa Família.

Além disso, a inscrição no Cadastro Único (CadÚnico) é essencial, com informações da família atualizadas nos últimos 24 meses, e é preciso comprovar uma renda familiar mensal por pessoa de até R$ 218.

Conforme orientação do Ministério da Cidadania, a entrada, seleção de famílias e concessão de benefícios ocorrem mensalmente de forma automatizada e impessoal, utilizando o Sistema de Benefícios ao Cidadão (Sibec).

A seleção leva em consideração a estimativa de pobreza, a quantidade de famílias assistidas em cada município e o limite orçamentário do programa.

Além disso, é necessário que a família tenha seus dados atualizados no Cadastro Único do Governo Federal nos últimos 24 meses.

É fundamental destacar que a inscrição no CadÚnico não implica aprovação imediata no Bolsa Família.

O ingresso das famílias dependerá de fatores orçamentários e da atualização das informações na base de dados. Famílias com dados inconsistentes no Cadastro Único podem ser impedidas de ingressar no programa até que as inconsistências identificadas sejam corrigidas.

Siga o Pensar Cursos também no Google Notícias e fique atualizado(a)

Participe de nosso grupo Whatsapp e fique informado(a) em tempo real gratuitamente.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.