Pedido de edital do concurso Fazenda é feito com 2.171 vagas

O pedido visa ofertar vagas de nível médio e superior

O Ministério da Fazenda encaminhou um pedido oficial para a realização de um novo concurso público destinado ao preenchimento de 2.171 vagas nos cargos administrativos. Essa solicitação, enviada recentemente, visa suprir a crescente demanda por profissionais qualificados para atuar nas diversas áreas e setores desse importante órgão federal. A informação foi divulgada pela Folha Dirigida.

Distribuição das Vagas Solicitadas

De acordo com os detalhes divulgados, a distribuição das vagas contempla tanto o nível médio quanto o superior, oferecendo oportunidades para candidatos com diferentes níveis de formação acadêmica. Veja a seguir como essas vagas estão distribuídas:

Nível Médio

  • Assistente Técnico-Administrativo (ATA-NI): 1.319 vagas disponíveis.

Para esse cargo de nível médio, a remuneração inicial oferecida é de R$ 1.907,03, além dos benefícios inerentes à carreira de servidor público federal.

Nível Superior

Você pode Gostar Também:
  • Analista Técnico-Administrativo (ATA-NS): 306 vagas abertas, com salário inicial de R$ 2.419,90.

Além disso, o pedido contempla vagas para diversas áreas específicas do Plano Especial de Cargos, todas no nível superior e com a mesma remuneração do cargo de Analista Técnico-Administrativo. Confira a distribuição:

Cargo Número de Vagas
Administrador 175
Arquiteto 12
Arquivista 40
Bibliotecário 22
Contador 88
Economista 124
Engenheiro 85

Benefícios e Vantagens

Além do salário inicial atrativo, os futuros servidores aprovados neste concurso Fazenda terão direito a um auxílio-alimentação no valor de R$ 1.000,00, bem como outros benefícios e vantagens inerentes à carreira pública federal.

Pedido de edital do concurso Fazenda é feito com 2.171 vagas
Pedido de edital do concurso Fazenda é feito com 2.171 vagas. Imagem: Divulgação

Próximos Passos

Conforme a proposta enviada pelo Ministério da Fazenda, a expectativa é que o provimento das vagas ocorra em janeiro de 2025. No entanto, para que o concurso seja efetivamente autorizado, é necessário que o Ministério da Gestão e Inovação (MGI), órgão responsável por tais autorizações, emita o aval correspondente.

Todos os órgãos federais têm até o dia 31 de maio para encaminhar seus pedidos de concurso ao MGI, seguindo os trâmites legais e burocráticos estabelecidos.

Justificativa e Demanda Histórica

A solicitação de um novo concurso para as carreiras administrativas do Ministério da Fazenda tem sido uma demanda recorrente nos últimos anos. Em 2023, por exemplo, a pasta também encaminhou um pedido semelhante, visando renovar e reforçar seu quadro de pessoal.

De acordo com as justificativas apresentadas, o órgão enfrenta uma escassez crônica de servidores, agravada pela aposentadoria de profissionais experientes e pela falta de reposição dos quadros. Essa situação coloca em risco a continuidade dos serviços prestados pelo Ministério da Fazenda, impactando diretamente sua capacidade de atender às demandas e cumprir suas competências regimentais.

Último Concurso ATA

O último concurso realizado pelo Ministério da Fazenda para os cargos de Assistente Técnico-Administrativo (ATA) ocorreu em 2014, sendo organizado pela Escola de Administração Fazendária (Esaf). Naquela oportunidade, foram ofertadas 1.026 vagas, sendo 960 para ampla concorrência e 66 destinadas a pessoas com deficiência.

O certame exigia nível médio de escolaridade e cobrou uma taxa de inscrição de R$ 62,00. Contudo, o prazo de validade desse concurso expirou em 2016, não havendo mais cadastro de reserva válido para convocação de excedentes.

Impacto e Importância do Concurso Fazenda

A realização deste novo concurso Fazenda representa uma oportunidade significativa para aqueles que buscam ingressar na carreira pública federal. Além de oferecer remuneração atrativa e estabilidade profissional, o Ministério da Fazenda desempenha um papel de fundamental importância na gestão das finanças e políticas econômicas do país.

Atuando em áreas estratégicas, como arrecadação de tributos, controle aduaneiro, fiscalização financeira e elaboração de políticas públicas, os servidores desse órgão têm a chance de contribuir diretamente para o desenvolvimento e a estabilidade econômica do Brasil.

Preparação Antecipada: A Chave para o Sucesso

Diante da perspectiva de um novo concurso Fazenda, é fundamental que os candidatos interessados iniciem sua preparação o mais cedo possível. Além de acompanhar atentamente as atualizações e informações oficiais divulgadas pelo órgão, é recomendável investir em cursos preparatórios, materiais de estudo e simulados, a fim de desenvolver as competências e habilidades necessárias para enfrentar o desafio.

Disciplinas como Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Matemática, Informática e Conhecimentos Específicos devem ser priorizadas, uma vez que compõem o conteúdo programático típico desses concursos.

Concorrência

É importante ressaltar que concursos públicos desse nível costumam atrair um grande número de candidatos, tornando a concorrência bastante acirrada.  Além do conhecimento técnico, habilidades como interpretação de textos, redação e raciocínio lógico são essenciais para obter um bom desempenho nas provas. A preparação psicológica e o controle emocional também desempenham um papel importante, principalmente durante a realização das avaliações.

Uma Oportunidade Ímpar

O pedido de realização de um novo concurso Fazenda com 2.171 vagas representa uma oportunidade ímpar para aqueles que almejam ingressar na carreira pública federal. Com remuneração atrativa, estabilidade profissional e a possibilidade de contribuir para a gestão econômica e financeira do país, essa seleção desperta o interesse de milhares de candidatos em todo o território nacional.

Lembre-se de acompanhar continuamente as informações oficiais, participar de grupos de estudo e aproveitar todos os recursos disponíveis para maximizar suas chances de sucesso. Bons estudos e boa sorte!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.