O “problema” das aulas de Literatura no Brasil: como resolver isso?

Uma das principais formas de nos humanizarmos, aprendermos sobre o mundo e as pessoas e nos divertirmos é pelos livros.

Mas, no Brasil, se lê pouco? Sim, no Brasil, uma pesquisa da Câmara Brasileira do Livro indicou que há uma média de apenas 3 livros lidos por ano, enquanto que em países como a França esse número sobe para 7.

Claro que esses dados desconsideram problemas como o analfabetismo funcional de uma significativa parcela da população, e o valor comercial do livro. Porém, se considerarmos serviços como sebos, parte dessa questão pode ser relevada.

Livros novos são caros, mas temos muitas lojas de livros usados. Então nosso problema de leitura não é (só) o preço dos livros.

Parte de nosso problema envolve uma deficiência na educação para formação de novos leitores, pois, mesmo pessoas com mais renda, algumas dessas também não tem tanto apreço pelos livros. Claro que leem jornais, revistas, assistem a filmes legendados, usam massivamente redes sociais – ou seja, participam ativamente de atividades envolvendo leitura e escrita.

Mas, repetindo, têm pouco apreço por livros. Leem livros, porém leem poucos, e alguns desses são de autoajuda e/ou business. Qual o problema com livros de literatura?

 

Literatura: a arte “inútil e difícil”

 

Que meu leitor note: coloco “inútil e difícil” entre muitas aspas, porque não acho a Literatura nem inútil e nem difícil (ok, há livros que são difíceis, mas tem muitos clássicos que são tranquilos de ler, e mesmo assim recebem essa alcunha).

Entretanto, esse é um argumento utilizado pro muitas pessoas, quando são questionadas de porque não leem livros.

O argumento de “falta de tempo” não se sustenta muito, afinal, muita gente usa os fins de semana para “maratonar” uma série, por exemplo; outras, ainda ficam horas no transporte público, preferindo olhar pro vazio, ou assistir alguma coisa no celular (tem as que dormem: essas estão “perdoadas”, afinal, às vezes não dá pra dormir direito).

Por que essas pessoas não leem? Porque acham os livros difíceis ou pior, inúteis. Não percebem que um livro, às vezes, é difícil, porém, inútil? Isso jamais! Todo livro serve pra alguma coisa. Mesmo que ele sirva só pra fazer você se esquecer dos seus problemas, ou pra ocupar seu tempo.

Assim, o que falta para essas pessoas quererem ler são duas coisas: 1. Exemplos de pessoas a quem elas admiram e respeitam; 2. Uma educação voltada para a formação de leitores.

O primeiro problema depende, em grande parte, do universo familiar individual, já que a família é o principal exemplo que uma criança têm, mesmo que sua família seja apena a criança e uma avó, ou que sua família não seja tão unida.

As crianças seguem seus pais, procuram fazer coisas para agradá-los, seja por amor ou temor, mas sua referência são eles. Filhos de pais que não leem, sem uma intervenção escolar, serão adultos que não leem.

O segundo problema, e algumas soluções para ele, falaremos na continuação desse artigo.

Conteúdo relacionado: