Vamos conversar sobre como podemos te ajudar

Preencha o formulário e entraremos em contato o mais breve possível
Aguarde, enviando contato!
Logotipo Pensar Cursos Logotipo Pensar Cursos
Logotipo Pensar Cursos

Saiba como sacar os R$600 ONLINE

A proposta permite que até dois membros da mesma família recebam o benefício somando uma renda domiciliar de R$ 1.200

Vinicius Teixeira Rangel Vinicius Teixeira Rangel |
Saiba como sacar os R$600 ONLINE
Saiba como sacar os R$600 ONLINE

Após autorização do auxílio emergencial do Governo Federal no valor de R$ 600,00 pelo presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), os trabalhadores informais, intermitentes, desempregados e microempreendedores individuais (MEIs) de baixa renda,  terão como amenizar os impactos econômicos causados pelo pandemia do novo coronavírus (Covid-19). O auxílio foi batizado de ‘coronavoucher’.

A proposta permite que até dois membros da mesma família recebam o benefício somando uma renda domiciliar de R$ 1.200. As mulheres que sustentam lares sozinhas poderão acumular dois benefícios individualmente.

Com o repasse do valor do benefício, muitos ainda ficam em dúvidas em quais alternativas podem ser tomadas para evitar sair de casa, seguindo recomendações do Ministério da Saúde. Atualmente, além do risco de contaminação, ir aos bancos para sacar o valor de R$ 600 se torna ultrapassado com as soluções digitais já criadas para isso.

Para evitar filas, o beneficiário poderá realizar suas transações e funções sem ter que ir às agências, através do aplicativo. A medida é válida para os trabalhadores informais e desempregados que realizaram cadastro no aplicativo “Caixa – Auxílio Emergencial” e escolheram receber o dinheiro através de conta bancária.

Quem ainda não tem conta, a Caixa liberou a abertura de uma conta de forma gratuita para o recebimento do dinheiro. No entanto, a conta não vai permitir realizar transferências para demais contas e realizar pagamentos online.

Os beneficiários do Bolsa Família devem comparecer à Caixa, uma vez que o recebimento do valor só é feito mediante a apresentação do cartão do programa.

Solicitação do auxílio de R$600

Os trabalhadores poderão solicitar o auxílio emergencial de R$600 das seguintes formas:

De acordo com o ministro Onyx Lorenzoni, será possível fazer o registro em agências da Caixa ou lotéricas somente para quem não tem acesso à internet. O cadastro presencial será uma exceção, apenas em último caso.

Primeira parcela

A primeira parcela vai ser paga da seguinte maneira:

  • Os cidadãos que estão no Cadastro Único que não recebem Bolsa Família e têm conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa Econômica Federal, vão receber a partir do dia 09 de abril, quinta-feira;
  • Quem estiver no Cadastro Único, não receber Bolsa Família e não tiver conta nesses bancos: recebe terça-feira, 14 de abril;
  • Os trabalhadores informais que estão no Cadastro Único: em 5 cinco dias úteis após inscrição no programa de auxílio emergencial (veja como se inscrever logo abaixo); e
  • Quem for beneficiário do Bolsa Família, nos 10 dias úteis de abril, seguindo o calendário regular do programa.

Segunda Parcela

Será paga da seguinte forma:

  • Os cidadãos que estão inscritos no Cadastro Único, mas que não recebem Bolsa Família e trabalhadores informais inscritos no programa de auxílio emergencial: vão receber entre 27 e 30 de abril.
  • Os Beneficiários do Bolsa Família: vão receber nos últimos 10 dias úteis de maio, seguindo o calendário regular do programa.

Terceira Parcela

Será paga da seguinte forma:

  • Os cidadãos que estão no Cadastro Único que não recebem Bolsa Família e trabalhadores informais inscritos no programa de auxílio emergencial. Receberão o auxílio entre 26 e 29 de maio;
  • Os benefícios do Bolsa Família vão receber nos últimos 10 dias úteis de junho, conforme calendário regular do programa.